Notícias e Novidades

Principais benefícios da energia solar

publicado em 14 de maio de 2019

A vida moderna é dependente da eletricidade. Ela é a base da economia e do bem-estar social. Assim, a demanda por energia elétrica no Brasil aumentará 3,6% ao ano até 2032. Por essa necessidade e pelo alto custo da eletricidade, é imprescindível buscar fontes alternativas de energia, com a energia solar.

A energia solar fotovoltaica é produzida por módulos que são instalados nos telhados das construções. Esses módulos ou painéis absorvem a luz proveniente do sol e a transformam em energia elétrica que é diretamente usada nas funcionalidades elétricas da residência.

1. Compromisso com o meio ambiente
Ao contrário dos combustíveis fósseis, a energia solar é uma forma limpa porque não produz resíduos poluentes e gases de efeito estufa. Ela é sustentável porque é gerada por um processo natural que se repõe constantemente, a emissão de raios solares.

Além disso, a construção de sistemas fotovoltaicos não impacta negativamente a natureza, diferente das hidrelétricas que precisam inundar áreas quilométricas e por isso destroem o ecossistema de um lugar e deixam famílias desabrigadas.

2. Economia
Com o uso da energia solar é possível reduzir entre 50% a 95% do valor da conta de luz mensal. Nessa perspectiva, ainda é importante frisar que o sistema instalado de forma adequada tem vida útil de 25 anos. Então, o custo da instalação dos equipamentos se paga a um prazo relativamente curto, chegando a ser menos de seis anos em regiões com maior incidência solar. Além disso, é possível trocar a energia excedente da sua unidade fotovoltaica por créditos com a concessionária de energia.

3. Manutenção mínima
A manutenção preventiva dos sistemas fotovoltaicos se resume na limpeza periódica dos painéis solares. Para evitar perda na eficiência energética e redução da vida útil do sistema, é necessária que seja feita uma limpeza para tirar a deposição de poeira, folhas, galhos e dejetos de aves.

Essa manutenção é eventual, sendo que sua regularidade varia de três em três ou dois em dois anos, dependendo do clima da região. Em geral, uma chuva forte remove as impurezas dos módulos fotovoltaicos.

4. Energia Compartilhada
Em 2015, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a geração compartilhada de energia elétrica. Em termos práticos, isso possibilita que dois ou mais consumidores se unam para dividir os custos e a energia gerada por um único sistema.

Para melhor entendimento dessa ideia, imagine que você tem interesse em instalar um sistema fotovoltaico, mas em sua residência não há espaço suficiente para isso. Você pode formar um consórcio com vizinhos para a instalação de um sistema. Dessa forma, a produção de energia solar estará centralizada em apenas um local que fornecerá eletricidade para as casas de todos membros.

5. Valorização do imóvel
Por fim, saiba que ao investir em energia solar, você aumentará o valor de mercado para a sua residência. Isso porque ela será mais eficiente em termos energéticos e sustentáveis.

Isso pode ser exemplificado por um estudo realizado pelo Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, financiado pelo Departamento de Energia dos EUA, que demonstra que os imóveis que possuem sistema solar fotovoltaico têm valorização de 3% a 6%.

Pronto! Agora você já conhece os principais benefícios da energia solar como sustentabilidade, redução da conta de luz e manutenção simples. Lembre-se que essa é uma forma de energia amiga da natureza e que pode gerar economia de formas que vão desde o compartilhamento de energia até a valorização de um imóvel individual.

Você gostou dessa leitura? Comente sua opinião e suas dúvidas na caixa de comentários abaixo para sabermos o que você pensa sobre energia solar!

Fonte: Luz Solar