Blog

Imóveis antigos podem gerar energia solar

publicado em 24 de junho de 2019

Cuidados simples com telhado e rede elétrica garantem segurança e eficiência do projeto.

O crescimento da utilização de energia solar gera uma série de dúvidas em quem busca realizar esse tipo de investimento. A tecnologia, capaz de reduzir consideravelmente o consumo na fatura, é ainda recente no mercado brasileiro. No entanto, uma série de fatores tem feito com que o setor cresça de maneira exponencial, evidenciando que a utilização de sistemas fotovoltaicos é uma realidade possível tanto para imóveis modernos construídos com o intuito de receber esse tipo de instalação, quanto para aqueles mais antigos, afinal o sistema é simples e requer, em geral, poucas adequações.

Especialistas analisam diversos fatores para a instalação

Antes de realizar a instalação uma equipe técnica se encarregará de uma análise cuidadosa do local. Essa avaliação ocorre tanto em prédios e residências e é essencial antes da execução de todos os projetos, independentemente da idade do imóvel. É nesse momento, ainda, que os técnicos avaliarão fatores importantes como a presença de árvores, prédios e demais objetos próximos à área que irá receber as placas e que possam causar sombreamento. Esse cuidado garante a eficiência máxima de geração do sistema, evitando que os módulos deixem de receber a luz solar durante longos períodos do dia, diminuindo, por consequência, a produção de energia solar.

Um sistema instalado e projetado corretamente pode, de acordo com a empresa especialista em energia solar Topsun, gerar até 95% da demanda de consumo de uma empresa ou residência. Além disso, esse tipo de tecnologia tem vida útil aproximada de 25 anos caso receba as manutenções devidamente.

Imóveis antigos também podem gerar energia solar

A idade de um imóvel não é fator determinante para a instalação de um sistema de energia solar. Nesses casos, porém, alguns detalhes específicos sobre a estrutura do local precisam ser avaliados pelos especialistas antes de realizar o projeto.

Como, geralmente, as placas fotovoltaicas são instaladas no telhado é necessário cautela com relação ao peso suportado por esta estrutura. O madeiramento precisa ser sólido para que comporte sem problemas aproximadamente 20 kg/m² adicionais ou até mais, dependendo da inclinação das placas e condições de vento e chuva. No mais, como o sistema tem vida útil de quase três décadas, as boas condições do telhado irão assegurar que intervenções mínimas sejam realizadas ao longo dos anos para a manutenção do projeto.

Outro aspecto de extrema relevância ao instalar um sistema de energia solar em um imóvel antigo é a conferência cuidadosa das instalações elétricas. Esse item é essencial para garantir a segurança e funcionamento de todo o projeto e, portanto, merece atenção especial. Geralmente não são realizadas reformas e atualizações na parte elétrica das edificações, assim, antes de iniciar a execução do sistema de energia solar, é fundamental uma análise rigorosa, pois essa tecnologia requer um circuito elétrico particular.

A verificação do sistema elétrico nesses casos irá apurar se equipamentos como alimentadores e circuitos estão sob a norma atual. Caso contrário, será necessário realizar a troca desses elementos antes de prosseguir.

O projeto de um sistema de geração solar é composto, além das placas fotovoltaicas comumente instaladas no telhado do imóvel, por inversores. Serão eles que transformarão a corrente contínua gerada pelos módulos em corrente alternada, que poderá ser utilizada pelo consumidor. Esse equipamento necessita ser instalado em um local em que fique protegido de elementos como sol, chuva e poeira.

Cuidados especiais para geração em imóveis tombados

Existem no Brasil, segundo dados disponibilizados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), mais de 1,2 mil bens materiais tombados e protegidos em todo o país. O intuito desse tipo de ação é a preservação de características culturais, históricas e artísticas. Desse modo, antes de realizar qualquer intervenção nesse tipo de edificação é necessário entrar em contato com o órgão responsável para autorização da obra, nesses casos normalmente ligados à prefeitura do município.

Após a permissão para que seja feita a instalação, o projeto irá obedecer às mesmas exigências dos demais, observando resistência do telhado, áreas sombreadas e desgaste da rede elétrica.

Aquisição de sistemas fotovoltaicos está mais fácil

Apesar de ainda representar uma novidade para grande parte dos brasileiros, a ampliação do mercado de energia solar é um caminho natural e acompanha uma tendência mundial. Além de ser uma fonte renovável e limpa, a geração própria se mostra ainda um excelente investimento, tendo em vista o encarecimento da energia entregue pela distribuidora.

O sistema fotovoltaico requer manutenções simples, sendo que a chuva se encarrega de realizar boa parte da limpeza, além disso, semestralmente um pano umedecido em água deve ser passado para retirada de poeira e pequenas folhas que podem se acumular sobre as placas, reduzindo o potencial de geração.

Fonte: G1