Blog

As melhores dicas de energia solar fotovoltaica que você deveria acompanhar.

publicado em 02 de julho de 2019

A energia solar é uma das alternativas renováveis mais discutidas nos dias de hoje. Os painéis fotovoltaicos, que transformam a luz e o calor do sol em energia elétrica, têm ficado mais acessíveis ao longo dos anos, e já são instalados até mesmo em ambientes residenciais.

Confira abaixo algumas dicas muito válidas para acompanhar sobre esse assunto:

Sobre os custos
Os custos envolvidos na instalação de painéis fotovoltaicos dependem do tipo, da quantidade e do tamanho. No geral, os preços são fixados em dólares, mesmo quando a fabricação é nacional. Atualmente, é possível encontrar uma placa de 250 Watts (usada em residências), por cerca de mil reais. O que sai um pouco mais caro é a célula solar, ou seja, a estrutura que faz a conversão da energia e que ainda não é fabricada no Brasil.

Mesmo assim, dependendo do consumo de energia elétrica do local, é possível ter o retorno do investimento em cerca de cinco anos. Via de regra, o painel dura aproximadamente 30 anos, e ao longo desse período, os custos são amortizados. Por isso, a nossa primeira dica é essa: faça os cálculos, essa pode ser uma alternativa de energia viável para você a médio e longo prazo.

Armazenamento e uso imediato
Não necessariamente é preciso usar a energia elétrica imediatamente quando ela é convertida. Existe a opção de armazená-la em baterias.

Aumentar a rentabilidade
O segredo para potencializar a rentabilidade da energia solar é a adequação. Na prática, isso significa que é preciso escolher um painel (ou um conjunto de painéis, dependendo do tamanho do imóvel) que seja adequado às suas necessidades, pensado especialmente para a sua casa ou empresa, especialmente no que se refere à dimensão. Não deixe de se certificar também se eles estão devidamente licenciados.

Essas medidas parecem corriqueiras, mas podem garantir uma rentabilidade de cerca de 20% ao ano.

Simulador
Uma ótima dica para quem ainda está em dúvida é utilizar o simulador desenvolvido pela organização América do Sol. Basta fornecer algumas informações como a região em que você mora, custos com energia elétrica no último mês e outros dados, para saber qual o tamanho do sistema fotovoltaico ideal para a sua casa ou empresa.

Legislação
Vale à pena conferir também o que diz a nossa legislação a respeito desse tipo de energia. A Agência Nacional de Energia Elétrica publicou, em 2012, a norma RN 482/12 que, entre outras coisas, fala sobre a compensação de energia, que consiste na concessão de créditos na conta de luz referentes à energia que for gerada e não consumida. Não deixe de consultar o material.

Ajuda profissional
Existem empresas que são especializadas em painéis fotovoltaicos e energia solar. Depois de seguir essas dicas anteriores, o primeiro passo é procurar uma delas para receber as orientações profissionais quanto à instalação da estrutura e também o funcionamento. Procure as empresas existentes na sua cidade, solicite um orçamento e tire todas as dúvidas que ainda restarem.

Fonte: Solar Brasil